Cerveja de guarda: Por que beber amanhã o que se pode beber hoje?

Todo bom bebedor sabe que quanto mais fresca, melhor é a cerveja. Certo? Não necessariamente. Essa máxima é válida principalmente para cervejas lupuladas ou pouco alcoólicas, que perdem um pouco (ou muito) das suas principais características com o passar do tempo. Porém, existem estilos que quando guardadas nas condições ideais ganham novas notas tanto no sabor quanto no aroma, melhorando com os anos. As “cervejas de guarda” são tema da nossa Resenha Noi.


Eu não sei se vocês têm autocontrole (ou maturidade) para esperar um, dois ou até mais anos até abrir aquela preciosidade que foi deixada reservada para uma data especial. Alguns rótulos chegam ao mercado após um longo período de maturação e são chamados de cervejas envelhecidas (aged). Elas passam por este processo para chegar ao nível de maturação e complexidade que o mestre cervejeiro considera ideal. Normalmente elas também são de guarda, mas só são caracterizadas como cervejas de guarda, de fato, as que podem envelhecer depois de engarrafadas.


Deixar uma cerveja guardada não é uma ciência exata, mas alguns estilos são mais propensos para isso, principalmente se forem escuras e mais maltadas, com teor alcoólico acima de 8% e não pasteurizadas. As Barley Wine, Belgian Ales (Dark Strong, Dubbel, Tripel, Quadruppel etc) Flanders (Red e Brown ale) e Imperial Stouts são bons exemplos.


Uma dica valiosa é como acondicionar essas cervejas. Elas devem ficar na vertical, com exceção das garrafas com rolha de cortiça que podem ficar deitadas, em um ambiente escuro e com temperatura sem grandes variações. O ideal seria uma adega climatizada, regulada para ficar entre 10º C e 12º C, mas um armário que não tenha incidência de luz do Sol já resolve.


Outra coisa, você já reparou naquela cera que algumas garrafas têm sobre a tampinha? Além do inquestionável valor estético, elas servem para melhorar a vedação e aumentar a vida útil da tampa.


A Cervejaria Noi tem alguns bons rótulos para guarda e minha sugestão é sempre comprar duas garrafas. Uma para consumo imediato e a outra fica guardada, sendo possível fazer a comparação entre as duas análises sensoriais:


Diavolo (Wood Aged Belgian Strong Ale) - 8.6% ABV / 16 IBU

A Noi Diavolo é uma Belgian Strong Ale envelhecida por um longo período em barril de carvalho, anteriormente utilizado para repouso de vinho Chardonnay. Com coloração alaranjada, aparenta leve turbidez e boa formação de espuma. Seu aroma e paladar remetem a mel, limão, melão, uvas brancas e baunilha. Já engarrafada vem apresentando característica de Brettanomyces (tipo de levedura) vindo do barril. Esta cerveja tem duas medalhas internacionais: prata, no World Beer Awards 2019 e bronze, no European Beer Star 2018.


Ciocolatto (Russian Imperial Stout) - 12% ABV / 54 IBU

Feita com um mix de maltes especiais, lúpulos ingleses, nibs de cacau, cacau em pó e baunilha. A Ciocolatto traz ao paladar frutas e sementes secas e toques de baunilha.


Cioccolato Barile (Wood Aged Imperial Stout) - 12% ABV / 54 IBU

Com a mesma base da Ciocollato, a Barille mais que uma cerveja, é um presente para quem a aprecia. Envelhecida em barrica de carvalho de whisky, tem corpo mediano e amargor marcante. Entre os prêmios estão as medalhas de ouro, no Mondial de La Bière Rio 2017, ouro, no Festival Brasileiro da Cerveja (Blumenau) 2015 e Bronze, no European Beer Star 2019.


Bárbara (Wood Aged Barley Wine) – 12.8% ABV / 77 IBU

Maturada em barris de vinho do porto, essa Wood Aged Barley Wine tem 12,8% de graduação alcoólica, 77 IBU e leva na receita sete tipos de maltes especiais que trazem notas de caramelo, toffee e fruta secas.


Passione (Flanders Oud Bruin) – 12% ABV / 24 IBU

Envelhecida por dois anos em barricas de carvalho, a Passione apresenta intenso aroma frutado de ameixas secas, uvas passas, paladar licoroso de vinho xerez e leve acidez que acrescenta complexidade à cerveja. Os 12% de ABV podem ser sentidos de forma discreta no aquecimento da boca. A Passione está disponível em garrafas de 330ml. Lançada comercialmente em 2018, foram produzidas apenas 2.600 unidades. Desde 2017, são diversos prêmios nacionais e internacionais, com destaque para as medalhas de platina, no Mondial de La Bière Rio 2017, ouro, no World Beer Awards 2019 e Festival Brasileiro da Cerveja (Blumenau) 2019 e prata, no European Beer Star 2018.


Selvaggio (American Style Wild Ale) – 12.8% ABV / 28 IBU

Uma Wild Ale de fermentação espontânea em barrica de Vinho do Porto com cereja. A complexidade da cerveja traz notas vinificadas e característica amadeirada e de frutas, tanto no paladar quanto no aroma e potentes 12,8 % de ABV. A produção foi limitada em 600 litros, ou seja, apenas cerca de 1.800 garrafas de 330 ml. O rótulo levou a medalha de prata, no World Beer Awards 2019, seu ano de lançamento.

Se você quer conhecer essas cervejas incríveis, entre em contato por whatsapp (21) 97165-0774. Você também encontra algumas dessas maravilhas no site do Bro´s Beer.

40 visualizações

Fábrica Noi Itaipu

21 2709 3939

Estrada Francisco da Cruz Nunes, 1964 Itaipu, Niterói Rio de Janeiro

Informações para Imprensa

Saulo Campos

saulo@lumocomunica.com.br 

21 99113 8784

Ou envie um email para atendimento@cervejarianoi.com.br

Cervejaria Noi - Todos os Direitos Reservados.